Uma pesquisa feita pelo portal A Repórter junto ao Portal da Transparência da Assembleia Legislativa do Amazonas (www.ale.am.gov.br/transparencia) mostrou que os deputados Dermilson Chagas (Podemos), Wilker Barreto (Podemos) e Delegado Péricles (PSL) gastaram mais de R$ 98 mil com aluguel de aviões, passagens aéreas e hospedagem em hotéis entre os anos de 2019 e 2020.

Os números podem ser confirmados no portal da Assembleia Legislativa, que registra os gastos dos parlamentares. A maioria das viagens dos três deputados foi para Brasília, onde segundo justificativa apresentada ao Portal da Transparência, eles participaram de reuniões com equipes do governo Federal.

Ano passado, os três deputados receberam em seus salários mais R$ 14,4 mil em diárias relativas a viagens para outros Estados.

Enquanto os parlamentares gastam dinheiro público com passagens aéreas e hotéis de luxo, a população é obrigada a viajar em barcos de linha, com superlotação e risco de contaminação pelo coronavírus.

Em dezembro do ano passado, Wilker Barreto viajou para o município de Barcelos e pagou R$ 17.500 no aluguel de um avião, cedido pela empresa Cleiton Táxi Aéreo. O que chama atenção é que a empresa já presta serviço de fretamento de aeronave para a Assembleia Legislativa, ou seja, não havia a necessidade de pagar duas vezes pelo mesmo serviço.

De acordo com o Portal da Transparência, o deputado Dermilson Chagas gastou R$ 46 mil em viagens para os municípios de Coari, Borba, Barcelos e São Gabriel da Cachoeira. As viagens aconteceram nos meses de abril, julho, setembro e outubro de 2020, período de agravamento do coronavírus no interior do Estado.

No plenário do Legislativo Estadual, os três deputados são ferozes ao criticar as viagens feitas pelo governador Wilson Lima e pelos secretários estaduais, no entanto omitem da população os gastos parlamentares com aluguel de aviões e hospedagens em hotéis de luxo.