Casal foi baleado em setembro, após receber ofensas homofóbicas na Praça do Caranguejo. Suspeito preso apontou a participação de outro homem no crime.

Um homem de 42 anos foi preso, nesta segunda-feira (4), em Manaus, suspeito de atirar contra um casal homoafetivo. Outro homem que teria participado do crime é considerado foragido e está sendo procurado pela polícia.

A tentativa de homicídio aconteceu no dia 11 de setembro na Praça do Caranguejo, no conjunto Eldorado, zona centro-sul da capital. Emanoel Medeiros Marinho e Jonas Negreiros Júnior, ambos de 25 anos, foram baleados após receberem ofensas homofóbicas.

Em entrevista, Emanoel Marinho contou que ele e o companheiro chegaram ao local em uma moto e, enquanto estacionavam, um homem se aproximou e começou a dizer palavras homofóbicas e xingamentos contra Jonas. Com medo, o casal saiu da praça em busca de uma viatura policial ou Distrito Integrado de Polícia (DIP) para fazer a denúncia. Eles foram seguidos e receberam os disparos.

Os tiros acertaram o ombro de uma das vítimas e perfuraram o pulmão da outra que chegou a ser internada por dez dias. Os dois já receberam alta.

Em depoimento na delegacia, o homem apontou a participação de um comparsa que já responde a vários crimes. Segundo o delegado Marcos Arruda, a arma do crime ainda não foi localizada.

Fonte: G1 Amazonas