Segundo PM, vídeo do estupro foi publicado em uma rede social e chegou até familiares da criança.

Um soldado do Exército Brasileiro, de 21 anos, foi preso, na noite deste sábado (24), suspeito de estuprar a própria sobrinha, uma criança de 6 anos. O caso foi descoberto após um vídeo, gravado por ele no momento do crime, ser publicado em uma rede social.

O caso aconteceu no bairro Novo Aleixo, na Zona Norte de Manaus. A polícia foi acionada pela mãe da vítima, após ela ver o vídeo em que a criança aparecia sendo estuprada.

Conforme informações do cabo Richardson Silva, da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a PM foi acionada, inicialmente, para atender um caso de violência sexual.

“Ao chegar no local, recebemos a informação de que ele teria abusado da sua sobrinha e teria filmado o crime, o que causou a revolta na população. Verificamos no celular da tia da criança e constatamos a presença do vídeo”, relatou.

Conforme a polícia, a criança foi para a casa do tio na tarde deste sábado (24), para ficar com a tia e o primo, uma criança de três anos.

Para a polícia, a vítima informou que o suspeito pediu para ela tirar a roupa, mas ela contou que não quis. Com isso, o soldado seguiu com os abusos.

Os familiares e a polícia ainda não sabem quem publicou o vídeo na internet. O suspeito foi preso por estupro de vulnerável e encaminhado para a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

Fonte: G1AM