A pele também sofre – e muito – com a mudança de clima.

Não é novidade dizer que a falta de umidade afeta diretamente a nossa saúde. Irritação nos olhos, garganta raspando, nariz sangrando são alguns sinais de que você precisa dar mais atenção ao corpo. No entanto, a pele também sofre – e muito – com a mudança de clima, viu?
Pensando nisso, batemos um papo com a Dra. Mariana Muniz, dermatologista e diretora médica na Merz Aesthetics LATAM, que traz 5 passos necessários para manter a pele bem nutritiva – e linda. Se liga!

Limpeza

O uso do sabonete líquido facial é recomendado ao acordar e antes de dormir. Lembrando que a escolha do produto deve ser feita de acordo com o seu tipo de pele, tá? Ao lavar o rosto, use água corrente e limpa. Nada de água muito quente, assim você evita o ressecamento. Na hora de secar, dê leves batidinhas com a toalha, impedindo possíveis agressões.

Hidratação

A regra é clara: o uso de cremes hidratantes também deve seguir a necessidade da sua pele, ou seja, seca, normal ou oleosa. Além de evitar irritações, a hidratação protege contra agentes externos. Ah, e é sempre bom dizer que isso também acontece quando ingerimos bastante água e líquidos como chás (sem açúcar, hein?). Afinal, a melhor hidratação acontece de dentro para fora.

Proteção

Frequentemente vemos a importância da utilização do protetor, não apenas para raios UV, mas seu uso também deve ser feito para quem está em ambientes fechados (alô, home office), uma vez que os raios solares atravessam janelas. Utilize-o com, no mínimo, FPS 30 e com o retoque, duas vezes ao dia, pelo menos.

Remoção da maquiagem

Dormir com maquiagem é sinal de acumulo de impurezas, oleosidade, suor e poluição na pele. Você não quer isso, né? A longo prazo, o rosto ainda pode ficar sem brilho e causar o envelhecimento. Por isso, faça a limpeza e remova tudo antes de tirar o seu sono de princesa. Uma ótima opção para uma limpeza profunda e uma remoção mais minuciosa é a utilização de óleo de limpeza facial ou água micelar.

Cuidar de si mesma

Por último, mas não menos importante, adote hábitos saudáveis. Tenha uma alimentação equilibrada, fuja do excesso de açúcar e carboidratos e pratique atividades físicas. Não esqueça de descansar, uma boa noite de sono, com certeza proporciona renovação, saúde e beleza!
Eita, usar protetor solar em casa? Será?
Sim! Segundo a Dra. Mariana, o protetor tem que ser usado em casa e em dias nublados, fazendo parte da sua rotina de skincare. Isso porque a luz visível costuma envelhecer a pele e, em alguns casos, pode causar manchas. O ideal é caprichar na aplicação e reaplicá-lo na metade do dia, ou em caso de suor excessivo ou após entrar na piscina/mar.

E como saber o hidratante ideal?

Caso tenha pele seca, aposte em cremes com poder de hidratação para recuperar toda a água necessária. Daí, o segredo é buscar produtos com textura mais cremosa e que sejam ricos em óleos e ingredientes que auxiliam na recuperação da nutrição da pele, como manteiga de karité, por exemplo.
No caso de peles oleosas, é indicado o uso de séruns ou géis com fórmulas leves, à base de água. O ideal são produtos de fácil absorção e que evitem aquele aspecto ‘brilhoso’ com ativos como o ácido hialurônico.

Também existe a pele mista, e, nesse caso, o indicado são os hidratantes que possuem uma dupla ação, com ingredientes que hidratem as partes secas, mas também auxiliem a controlar a oleosidade da zona T.
Por último, temos a pele normal, em que devemos adotar produtos que auxiliam a manter a hidratação natural, ou seja, fórmulas com textura mais cremosa e ricas em componentes hidratantes e nutritivos como óleo de squaleno ou jojoba, por exemplo.

Também existe a pele mista, e, nesse caso, o indicado são os hidratantes que possuem uma dupla ação, com ingredientes que hidratem as partes secas, mas também auxiliem a controlar a oleosidade da zona T.
Por último, temos a pele normal, em que devemos adotar produtos que auxiliam a manter a hidratação natural, ou seja, fórmulas com textura mais cremosa e ricas em componentes hidratantes e nutritivos como óleo de squaleno ou jojoba, por exemplo.

Fonte: Toda Teen