A secretária de Saúde do Amazonas, Simone Papaiz, foi exonerada hoje (06/07) pelo governador Wilson Lima, após um pedido feito pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde.

Simone ficou no cargo por 60 dias, em substituição ao ex-secretário Rodrigo Tobias. Também foram demitidos o ex-secretário executivo da Susam, João Paulo Marques, e a gerente de compras da Susam, Alcineide Pinheiro.

A demissão foi publicada no Diário Oficial do Amazonas na edição de hoje, junto com a exoneração da secretária estadual de Comunicação, Daniela Assayag.

Quem assume a Susam é o secretário executivo da pasta, Marcellus Campelo, que é primo da deputada Alessandra Campelo. Na Secom, assume o comando a secretária executiva, Cristiane Mota.

A pressão pela demissão do comando da Susam ficou insustentável após a Polícia Federal prender Simone Papaiz, João Paulo Marques e Alcineide Pinheiro, na semana passada.

No caso de Daniela Assayag, ela foi acusada por membros da CPI da Saúde de ter participado na compra de respiradores hospitalares com suspeita de superfaturamento. Daniela pediu demissão no domingo.

Mais informações daqui a pouco.