PSL é considerado a “noiva da eleição”, pois é o partido com segundo maior tempo no horário político gratuito

A semana promete ser decisiva para o PSL-AM (Partido Social Liberal do Amazonas), que vai definir se lança candidato majoritário à prefeitura de Manaus ou se apoia um dos pré-candidatos que estão na disputa.

O PSL é considerado a “noiva da eleição”, pois é o partido com segundo maior tempo no horário político gratuito. Essa vantagem é alvo de disputa entre várias coligações, que desejam ampliar seu espaço na campanha política do rádio e TV.

Por enquanto o PSL está valorizando seu passe e sendo cortejado por pré-candidatos. O portal a Repórter apurou que as conversas estão em andamento com os partidos Podemos (de Amazonino Mendes), PSD (de Ricardo Nicolau), Republicanos (de Alberto Neto) e o Avante (de David Almeida).

Se o PSL não fechar acordo com nenhuma coligação, a solução é lançar candidato próprio. Entre os nomes com chances de emplacar uma candidatura estão o do deputado federal Delegado Pablo e da jornalista Liliane Araújo.

Nessa disputa, Delegado Pablo leva vantagem, pois é o presidente estadual do PSL e possui ligação estreita com o presidente nacional do partido, Luciano Bivar.

Nos próximos dias, o PSL-AM deve realizar uma reunião com seus membros para decidir o futuro que o partido adotará na eleição deste ano. Na reunião do colegiado serão avaliadas as propostas de alianças feitas por pré-candidatos. A intenção é bater o martelo até o final desta semana.