A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), em parceria com a Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Sejusc), deu início nesta segunda-feira (19/10), à Semana de Conscientização e Prevenção contra o Câncer de Mama nas unidades prisionais femininas de Manaus. A programação é alusiva ao “Outubro Rosa”.

Durante a abertura do evento, 57 internas do participaram do ato, sendo 40 do Centro de Detenção Provisório Feminino (CDPF) e 17 da Penitenciária Feminina de Manaus (PFM).

A secretária-executiva adjunta de políticas públicas de mulheres da Sejusc, Ana Barroncas, falou sobre as ações de prevenção e a importância do “Outubro Rosa” para as internas. Ela alertou sobre a importância do autoexame como uma forma de identificar possíveis sinais do câncer de mama e incentivou as internas a trabalhar essa conscientização uma com as outras. “É necessário que a gente pare um mês e foque nesse assunto para que todas possam se cuidar com apoio da parte médica e de enfermagem” disse.

A chefe do Departamento de Reintegração Social e Capacitação (Deresc), Keyla Prado, destacou a importância de debater o assunto no ambiente prisional. Para a diretora do CDPF, tenente Socorro Freitas, prevenir o câncer de mama é mais que um ato de saúde. “Prevenir é um ato de amor com você, com seu corpo, com todos que te amam, por isso é de suma importância a programação, pois isso vai conscientizar as internas a se prevenirem e se cuidarem da forma correta” declarou.

O diretor da PFM, capitão Paulo Sérgio Cordeiro, anunciou que a unidade prisional preparou uma programação repleta de atividades. “Vamos ter ações de saúde durante toda a semana. Isso ajuda as internas a ter uma autoestima maior” disse.

Programação – As ações alusivas ao “Outubro Rosa” irão acontecer até a próxima sexta-feira (23/10) com atividades esportivas, de saúde e de beleza. Na próxima semana, será realizado um curso de capacitação “Saber Mulher” que visa oferecer conhecimento e ferramentas para as mulheres exercerem o seu direito à defesa e cidadania. O curso é fruto de uma parceria entre a Seap, Sejusc e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Fotos: Divulgação/Seap