Ultimamente, parece que a cada semana uma famosa diferente divulga que fez a lipoaspiração de alta definição (LAD), também chamada de lipo HD. Entre os nomes conhecidos que passaram pelo processo, estão Ludmilla e Brunna Gonçalves, Gretchen, Virgínia Fonseca, Flay e Giovanna Chaves. Como boas influenciadoras que são, elas fazem com que outras pessoas também se interessem pela cirurgia.

Porém, o público que vê as famosas exibindo os abdomens definidos no bisturi muitas vezes nem imagina como tudo é feito. Por isso, a coluna procurou o cirurgião plástico Leandro Faustino para tirar todas as dúvidas sobre o procedimento e explicou como essa técnica funciona.

“Na LAD, o cirurgião plástico faz uma lipoaspiração em diferentes camadas. Em vez de retirar só a gordura, ele também desenha os músculos que ficam abaixo. Nas bordas dos músculos, o cirurgião faz uma lipo um pouco mais intensa para fazer uma depressão. Em cima, o cirurgião retira menos gordura para que o músculo fique em relevo. É isso que dá o aspecto de três dimensões”, explica o médico.

Apesar de a técnica estar sendo mais vista no abdômen, Faustino diz que a LAD pode ser feita em diversas outras áreas do corpo. “A lipoaspiração de alta definição pode ser feita em todos os locais do corpo onde haja gordura. Ela é muito feita para deixar os braços torneados, os ombros mais atléticos. É possível fazer na região das costas, das coxas, até na panturrilha”.

Aumento na procura

E se o leitor tiver a impressão de que muito mais pessoas do que o normal estão fazendo a lipo HD, está certo. “Na minha clínica, houve um aumento de quase 80% na quantidade de procedimentos em relação ao mesmo período do ano passado. Sem dúvida nenhuma houve um ganho de peso das pessoas, que ficaram bastante sedentárias durante o isolamento social”, afirma o cirurgião.

O aumento desses números também pode ser explicado porque a quantidade de cirurgias plásticas caiu bastante durante os primeiros meses da pandemia da Covid-19. “As pessoas não queriam ir para os hospitais fazer procedimentos. Então, eu penso que talvez já quisessem fazer a cirurgia e não pudessem. E agora houve um aumento muito grande na procura por procedimentos estéticos, principalmente a lipoaspiração”, garante Faustino.

No entanto, a LAD não é recomendada para todo mundo. “A melhor indicação é para pessoas que não estão muito acima do peso e que praticam atividade física regularmente. Porque a gente vai definir a musculatura e o contorno tem que ficar harmônico. Do contrário, o resultado será muito artificial. A melhor maneira de garantir um bom resultado é indicar a cirurgia para os pacientes adequados”, comenta o médico.

Fonte: Metrópoles