Região é atravessada pelo rio Dnieper, que separa o leste ucraniano de todo o resto do país; autoridades já previam intensificação do conflito no lado oriental do país.

Um depósito de petróleo próximo da cidade de Dnipro, no leste da Ucrânia, foi bombardeado e destruído pelo exército russo na madrugada desta quarta-feira, 6, afirmaram as autoridades locais. Não houve nenhuma vítima. “Foi uma noite difícil. O inimigo atacou pelo ar e atingiu um depósito de petróleo e uma fábrica. O depósito foi destruído e um incêndio afeta a fábrica”, afirmou o governador da região de Dnipropetrovsk, Valentin Reznichenko, pelas redes sociais. O incêndio foi controlado pelo bombeiros oito horas depois do ataque.

A cidade de industrial de Dnipro possui um milhão de habitantes e é atravessada pelo rio Dnieper, que separa o leste da Ucrânia de todo o resto do país. O bombardeio ocorreu após o governo da Ucrânia, a inteligência do Reino Unido e a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) preverem que a Rússia atacaria mais intensamente no leste e sudeste ucraniano após retirarem suas tropas da região de Kiev. Segundo as autoridades, o objetivo dos russos neste momento é concentrar suas forças no Donbass e na cidade portuária de Mariupol.

Na sexta-feira, 1º de abril, na semana passada, o Kremlin acusou Kiev, pela primeira vez, de atacar o território russo. O alvo foi um depósito de combustível em Belgorod, no oeste russo. Na ocasião, duas pessoas ficaram feridas e foram removidas do local junto com outros 170 funcionários do depósito. Belgorod fica a 80 quilômetros ao norte de Kharkiv, uma das cidades ucranianas mais atacadas pelas tropas russas desde o início da ofensiva, em 24 de fevereiro.

Fonte: JP Notícias