A falta de água em Manaus causou transtorno a grande parte da população  neste domingo (30), quando ocorreu o rompimento de uma adutora, deixando vários bairros sem abastecimento.

A denúncia que chegou até o portal A Repórter foi de moradores que ficaram impossibilitados de trabalhar com lavagem de carro e serviços de alimentação no Conjunto Galiléia, Zona Norte de Manaus. Segundo eles, quase toda semana falta água na região.

Uma nota, emitida pela empresa Águas de Manaus explica o que já foi divulgado em imagens registradas pelos moradores do local onde ocorreu rompimento. O prazo de retorno seria de até 12 horas.

Veja a nota emitida pela empresa:

NOTA ÁGUAS DE MANAUS

Manaus, 30 de maio de 2021 – A Águas de Manaus informa que, desde às 02h50, está atuando na manutenção emergencial de uma rede de abastecimento. Por esta razão, o Sistema da Estação de Tratamento de Água 2 (ETA 2), da Ponta do Ismael, foi paralisado e algumas áreas de bairros das zonas Oeste e Norte da cidade podem apresentar oscilações no abastecimento de água. O serviço deve ser concluído às 14h e o prazo de normalização do abastecimento é de 12 horas. A concessionária restituirá os eventuais danos ocasionados pelo sinistro do rompimento da tubulação. A Águas de Manaus agradece a compreensão da população e destaca que, qualquer ocorrência que necessite intervenção da empresa, deve ser registrada em nossos canais oficiais de relacionamento com o cliente: SAC 0800-092-0195, Whatsapp 98264-0464, site aguasdemanaus.com.br e aplicativo Águas APP.