Rodrigo Hilbert e Fernanda Lima foram entrevistados no Conversa com Bial.

Rodrigo Hilbert relembrou uma história divertida que viveu no extinto Amor & Sexo, apresentado pela esposa, Fernanda Lima, durante entrevista do casal no Conversa com Bial desta quinta-feira (8/4).

O apresentador do GNT contou como foi o processo de se montar de drag queen, focando na dificuldade que teve em “aquendar”, termo usado para definir o momento em que os homens que se montam escondem os testículos e o pênis.

“Olha, começou com a Fernanda e o Antônio [Amâncio, criador do programa], pensando numa pessoa para ser o drag queen do programa. E eu em casa só ouvindo o papo. Era um ator que eles queriam, eles estavam a procura desta pessoa e não achavam”, começou.

“O dia da gravação ia se aproximando e eles não encontravam este ator. Ai chegou um dia e eu estava passando pela sala e falei: ‘Pode ser eu?’. E eles: ‘Você faria pala gente?’. Eu falei: ‘Claro, sem problema nenhum‘”, garantiu.

“Eu fui lá entender como funciona, foram 3 ou 4 horas de maquiagem. Fiquei ali em volta de várias outras drag queens, fiquei pegando algumas dicas de como me comportar, de como me portar, comandar, como andar de salto. E eu sempre tive barba, quando eu tirei barba, eu falei: ‘hmmm, vai dar uma drag queen bonita!’”, contou, aos risos.

Hilbert ficou impressionado com o trabalho necessário para a transformação. “Falei: ‘Nossa, incrível! Como o trabalho é maravilhoso desses maquiadores. Mas uma coisa que mais me pegou”, disse, se voltando para Lima querendo saber se contava ou não a parte mais… difícil.

“O que mais me pegou foi o que fazer com o órgão genital, com o pinto. O que eu ia fazer com esse volume que ficava na roupa? Como é que eu vou resolver este problema? Ai eu cheguei para uma amiga, que é drag. E eu já estava de drag. Ela não sabia que eu era o Rodrigo Hilbert. Eu falei assim: ‘Como que eu faço para esconder? Ela disse assim: ‘aquenda a neca’. Eu falei como é que ‘aquenda a neca’. E ela: ‘Você pega a ponta e joga lá para trás’. Você pega os testículos e você bota os testículos para dentro”.

Trabalho dado é trabalho feito: Rodrigo foi até um dos banheiros do estúdio, guardou tudo no lugar e garantiu uma apresentação que divertiu a plateia.

Fonte: Metrópoles