Andres Ruan Pablo Silva Sanchez, de 23 anos, estava voltando da casa da avó quando foi vítima de latrocínio. Caso foi registrado no município de Tabatinga.

Andres Ruan Pablo Silva Sanchez, de 23 anos, foi morto a tiros durante um assalto no município de Tabatinga, 1.106 Km distante de Manaus, na noite desse sábado (27). Ele havia se formado em Direito no dia 17 de fevereiro, pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Pelo menos três criminosos estão envolvidos no crime. Até este domingo (28), nenhum suspeito havia sido preso.

De acordo com a polícia, o jovem tinha saído da casa da mãe em uma motocicleta para deixar uma melancia para a avó, por volta de 7h. Quando retornou, ele foi abordado por três homens armados, que roubaram a motocicleta e a carteira dele.

A polícia informou, ainda, que Sanchez foi atingido com cinco tiros pelos criminosos. O jovem foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tabatinga, mas não resistiu aos ferimentos.

O corpo do bacharel em Direito foi conduzido em cortejo fúnebre pela Avenida da Amizade, e enterrado na tarde deste domingo (28), no Cemitério São Lázaro.

Fonte: G1AM