CAMETÁ (PA) – Uma quadrilha tomou as ruas de Cametá, no interior do Pará, a 235 km de Belém, no começo da madrugada desta quarta-feira (2/12), para assaltar um banco. Moradores relataram em redes sociais uma noite de terror. Uma pessoa morreu, segundo o prefeito, Waldoli Valente (PSC).

A ação tem as mesmas características da registrada em Criciúma, no Sul de Santa Catarina, na madrugada desta terça (1º), em que uma quadrilha também fez ataques pelo município em ação para assaltar uma agência bancária.

Veja vídeo:

Assim como ocorreu em Criciúma, a quadrilha que atacou Cametá também reféns usou como escudos para se locomover pelas ruas da cidade. As pessoas foram capturadas em bares.

Os criminosos atiraram para cima durante mais de uma hora. O grupo usou armas de alto calibre e explosivos. Um quartel da Polícia Militar (PM) foi atacado, impedindo a saída dos policiais. 

Os bandidos deixaram a cidade por volta de 1h30. Segundo a PM, o grupo fugiu usando carros e barcos – a cidade fica às margens da Rio Tocantins. O município de Cametá tem 136 mil habitantes, segundo o IBGE.

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB) disse nas redes sociais que viaja a Cametá ainda hoje (2) para acompanhar as buscas e monitorar as investigações. “A audácia do grupo criminoso não ficará impune”, afirmou.