Manaus|AM- A equipe de investigação da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), cumpriu, nesta quarta (3), e na quinta-feira (4), mandados em razão de sentença condenatória em nome de quatro adolescentes, sendo dois de 15 e 16 anos, e outros dois de 17, por ato infracional análogo por roubou seguido de morte, que teve como vítima um motorista de aplicativo de 42 anos. O crime ocorreu no dia 18 de outubro de 2020, na avenida dos Oitis, bairro Armando Mendes, zona leste.

De acordo com a delegada Elizabeth de Paula, na ocasião do delito, os adolescentes tentaram furtar o automóvel da vítima. No entanto, no momento em que eles foram colocá-lo no porta-malas do carro, o homem reagiu e foi morto com diversos socos, tapas e pontapés por parte dos autores.

“Iniciamos as diligências após as ordens judiciais serem expedidas, no dia 1° de fevereiro deste ano, pelo juiz Eliezer Fernandes Júnior, do Juizado da Infância e Juventude Infracional. Sendo assim, nós nos deslocamos aos endereços para cumprirmos os mandados”, relatou a delegada.

Os adolescentes foram apreendidos em suas respectivas residências, localizadas nos bairros Zumbi dos Palmares e Gilberto Mestrinho, ambos na zona leste da capital.

Eles irão responder por ato infracional análogo ao crime de latrocínio.

Após os procedimentos cabíveis na Deaai, o adolescente de 15 anos foi encaminhado para o Centro Socioeducativo Senador Raimundo Parente, no bairro Cidade Nova, zona norte. Os demais foram levados para o Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa, no bairro Alvorada, zona centro-oeste, onde irão permanecer à disposição da Justiça.

Fonte: Opinião Manauara