Segundo a PM, helicóptero será usado na operação de remoção, que começou na manhã deste domingo (7). Na noite de sábado (6), aeronave já havia sido retirada da água, onde tinha caído.

O avião bimotor que caiu com a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas será retirado do local da queda, na zona rural de Caratinga (MG), e levado para o aeroporto de Caratinga, onde deveria ter pousado, já no município de Ubaporanga (MG). Os trabalhos começaram por volta das 9h e até a última atualização desta reportagem ainda não haviam terminado.

Na operação, foi usado um guindaste para içar o avião. No início, a equipe encontrou dificuldades, mas ele já foi puxado de um ponto ao lado da cachoeira, onde tinha caído, para uma área mais alta do terreno.

Para levá-lo para o aeroporto, a Polícia Militar informou que será deslocado um helicóptero para auxiliar no procedimento. Uma hipótese cogitada é que o helicóptero leve o avião diretamente ao aeroporto, mas isso vai depender do peso. Conforme for, segundo a PM, pode ser que seja necessário cortar a aeronave em algumas partes para fazer o seu transporte.

Na noite de sábado (6), a aeronave já havia sido retirada da correnteza da cachoeira, onde caiu na sexta-feira (5), a cerca de 2 km do aeroporto de destino, após bater em um cabo de distribuição de energia.