Serão tratados 11 mil professores para o retorno às aulas com segurança

Profissionais da rede municipal de Educação começaram a fazer testes rápidos para diagnosticar o coronávirus. Nessa fase de exames, que começou ontem, serão testados 11 mil professores.

A intenção é fazer uma análise da propagação do coronavírus entre os profissionais da Educação e, dessa forma, elaborar um plano para o retorno das aulas presenciais nas escolas públicas de Manaus.

A prefeitura ainda não divulgou a data para reabertura das escolas, porém a Secretaria Municipal de Educação (Semed) garante que o retorno só acontecerá quando as autoridades em Saúde Pública garantirem que é seguro.

Na semana passada, os testes rápidos foram realizados nos servidores do prédio da Semed. Foram testados 1,2 mil trabalhadores que atuam na área administrativa da secretaria.

Os exames oferecidos são o ImG e o IgG, que identificam reagentes do vírus e de anticorpos. Os testes são feitos em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Para ter acesso aos testes rápidos, os servidores podem procurar qualquer uma das 12 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da prefeitura. Para mais informações, os professores e demais funcionários da Educação podem procurar a secretaria das escolas onde trabalham.