O procurador-geral da República, Auguto Aras, declarou a interlocutores que não existe na Procuradoria Geral da República (PGR) pedido de afastamento para governadores.

A afirmação do procurador desmente as especulações em torno de falsas notícias que divulgam um possível afastamento do governador do Amazonas, Wilson Lima, entre outros.

Ainda de acordo com Aras, o afastamento de Wilson Witzel, do Rio de Janeiro, foi um caso “fora da curva”.