Jovenel Moïse teve a casa invadida por ‘pessoas não identificadas que falam espanhol’ durante a madrugada; primeira-dama também teria sido baleada.

O presidente da República do Haiti, Jovenel Moïse, foi morto na madrugada desta quarta-feira, 7, em um ataque a residência oficial na capital Porto Príncipe. A informação foi dada pelo primeiro-ministro do país, Claude Joseph. Ainda de acordo com ele, a primeira-dama Martine Moïse levou um tiro. Em comunicado, Joseph afirmou que a casa foi invadida por “indivíduos não identificados” que falavam espanhol por volta da 1 hora da manhã (2h no horário de Brasília). Depois, Moïse foi “ferido mortalmente”. Ele tentou tranquilizar a população afirmando que a situação está sendo controlada pela Polícia Nacional e pelas Forças Armadas do país. Jovenel Moïse estava no poder desde o ano passado, sem apoio do legislativo local, e dizia que sairia do cargo em fevereiro do ano que vem. Para a oposição, gestão deveria ter sido finalizada em fevereiro de 2021.

Fonte: JP Noticias