A Prefeitura de Manaus lançou, nesta quinta-feira, 24/6, o projeto “Manaus, te quero verde” na zona rural rodoviária. Como parte da ação, a Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com o Instituto Soka e a Fundação Rede Amazônica, realizou o plantio de mais de cem mudas de ipê roxo e mogno, na escola municipal Professora Neuza dos Santos Ribeiro, no ramal do Pau-Rosa, quilômetro 21 da BR-174. O objetivo é sensibilizar a comunidade escolar em relação à preservação e à conservação do meio ambiente.

O projeto iniciou na zona urbana, no dia 2 deste mês, com a proposta de que cada aluno da rede municipal plante dez mudas e, dessa forma, até o final da ação mais de 3 milhões de árvores serão plantadas na capital amazonense. Já foram plantadas mais de 200 mudas em várias zonas da cidade. O secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, pontuou que o prefeito David Almeida quer deixar Manaus ainda mais verde, tanto na zona urbana quanto na rural.

“Nós vimos da zona urbana para rural, não simplesmente plantar árvores, vimos plantar uma ideia, uma prática, que é incentivar as crianças a cuidarem da árvore que plantaram. Essas ações ficam e se estendem por muitos anos, é importante que a consciência ambiental seja estendida a todos, e a prefeitura está cultivando essa semente. Não adianta achar que tem muita árvore e pode desmatar, um dia vai faltar, é preciso fazer nossas crianças repensarem sobre isso”, declarou Pauderney.

O Instituto Soka e a Fundação Rede Amazônica são parceiros da prefeitura desde o início do projeto, com doação de mudas. A Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) também doou mais de 200 mudas para a comunidade rural.

“O Instituto Soka entende que a educação é vital para a formação de uma sociedade, o que nos motiva a estar aqui hoje é justamente o ponto que é nossa base estrutural e filosófica, que são as pessoas. Toda essa estrutura que buscamos, depende de como as pessoas se formam desde o início da vida. Por isso, somos parceiros nesse projeto tão importante para o meio ambiente”, afirmou o diretor do Instituto Soka, Akira Sato.

A unidade de ensino atende 315 crianças da educação infantil ao ensino fundamental, do 1º ao 9º ano. Para o diretor da escola, Paulo Bindá, a responsabilidade e o sonho de fazer parte do projeto “Manaus, te quero verde”, é muito grande, e toda comunidade escolar está pronta para desenvolver.

“É uma honra receber esse projeto, já que somos uma escola do campo, isso ganha mais significado ainda. Toda a nossa equipe está preparada para colocar em prática essa ação e, até o final do ano, tenho certeza que estaremos com o nosso bosque e esses ipês florescendo”, disse o gestor.

A aluna Rubia da Silva Santos, do 5º ano, sabe muito bem da responsabilidade em relação aos cuidados com o meio ambiente.

“Muitas pessoas hoje estão desmatando a floresta e muitos pássaros estão sem árvores para morar. Então, plantando essas árvores, os passarinhos vão poder ter mais um lugar para morar, e outros animais também, que gostam de ficar nas árvores, além disso, minha escola ficará muito mais bonita”, declarou Rubia, que ainda mandou um recado que vale para todos.

“Não joguem lixo na rua, nem na floresta. É muito importante cuidar do meio ambiente, porque se a gente não cuidar, nossa cidade vai virar um caos”, acrescentou.

Texto – Érica Marinho/Semed
Fotos – Eliton Santos e Alex Pazuello/ Semed