Sempre atenta à segurança da população e salvaguarda da vida, a Prefeitura de Manaus reforça os protocolos e medidas de uso correto da praia do complexo turístico Ponta Negra para embarcações como lanchas e jet ski, seguindo determinação do prefeito David Almeida. Neste domingo, 25/7, diversas situações de risco foram verificadas e acompanhadas pela comissão que atua na gestão do parque, fazendo inclusive o acionamento da Marinha do Brasil. A distância que deve ser mantida das praias é de 200 metros.

Em uma delas, um jet ski passava muito próximo de banhistas que estavam em uma lancha, nadando, fazendo banzeiro e colocando em risco as pessoas no rio. O mesmo aconteceu com outros jet skis perto da área destinada aos banhistas da praia.

A Marinha do Brasil, por intermédio da Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC), informou que realiza, regularmente, fiscalizações nos rios da Amazônia Ocidental, incluindo a região do Tarumã, no que compete à segurança da navegação, à salvaguarda da vida humana e à prevenção da poluição hídrica ocasionada por embarcações.

Em nota, a Marinha informou que, além das atividades de fiscalização, os militares conscientizam e orientam os motonautas quanto ao cuidado com os banhistas, mantendo a distância de 200 metros das praias e quanto à obrigatoriedade de uso do colete salva-vidas.

Fiscalizações

Durante as fiscalizações, são verificados aspectos como a documentação da embarcação, dos condutores e da tripulação, além do material de salvatagem (coletes, boias, extintores de incêndio entre outros) e o limite da lotação da embarcação. Nas abordagens, rotineiramente os inspetores navais ressaltam a importância do uso de equipamentos de segurança necessários para uma navegação segura, como o colete salva vidas.

Para informações, denúncias ou orientações, a Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental coloca à disposição da população os números: (92) 99302-5040, que também funciona como Whatsapp, e 185 – Marinha – Emergências Marítimas/Fluviais.

Interdição

Em razão das medidas sanitárias para evitar o contágio por Covid-19, a Prefeitura de Manaus mantém a praia interditada nos finais de semana, feriados e pontos facultativos.

A flexibilização de medidas restritivas permitiu o acesso à praia do complexo de segunda a sexta-feira, de 6h as 17h. Não apenas os frequentadores devem respeitar as marcações feitas pelos salva-vidas do Corpo de Bombeiros, mantendo sua segurança, mas também os proprietários de embarcações.

Agentes de segurança, como Guarda Municipal e Polícia Militar, estão atuando para retirada de quem insiste em desrespeitar o uso correto no balneário. O parque é gerenciado pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb).

Segurança no rio

A Prefeitura de Manaus ressalta que é importante respeitar as normas de uso do espaço e não ultrapassar o cordão de isolamento na água, colocado pela equipe de salva-vidas do Corpo de Bombeiros, que indica a área de segurança dos banhistas no rio. Além do horário indicado para banho – até as 17h – e a preocupação com as crianças dentro do rio, a recomendação principal é o cuidado no consumo de bebidas alcoólicas.

Os corpos permanentes de segurança, incluindo Guarda Municipal, com ciclopatrulha, a Polícia Militar e bombeiros atuam no monitoramento da praia e na segurança dos banhistas até 17h, bem como na segurança e manutenção do patrimônio de todo o complexo. Equipes da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) também reforçam a higiene do calçadão e da praia perene.

Pandemia

Mesmo com a flexibilização, a Prefeitura de Manaus ressalta a importância de proteção individual, com o uso de máscara, limpeza das mãos com lavagem e uso de álcool em gel, além da manutenção do distanciamento mínimo.

Texto – Claudia do Valle / Implurb
Fotos – Divulgação / Implurb