A Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), realizou nesta quinta-feira (5) a cerimônia de reabertura do Centro Cultural Óscar Ramos, instalado nas casas 69 e 77, da rua Bernardo Ramos, Centro Histórico de Manaus.

Ambas as casas são consideradas como umas das mais antigas da cidade de Manaus datadas possivelmente em 1819, onde está o minimuseu que abriga o acervo de um dos principais artistas amazonenses, Óscar Ramos, que morreu em junho de 2019.

Obras como pinturas, escritos, produções, croquis do artista, objetos pessoais, mobílias utilizadas por Óscar, e capas de LPs, estão entre os artigos e objetos expostos no local. A casa 77 reabre ao público com parte do “Acervo de Arte Municipal da Coleção Pedra Fundamental”, que conta com obras de artistas como Jair Jacqmont, Jandr Reis, Hellen Rossy, Buy Chaves, Marcos Romano, Nelson Falcão e Sebastião Alves.

O local reabre seguindo todos os protocolos de saúde contra a Covid-19, com agendamento de visitação a partir de sexta-feira, 6/8, das 9h às 14h.