O prefeito de Manaus, David Almeida, reforçou nesta quinta-feira, 18/2, a importância das leis e decretos que suspendem os feriados, para evitar aglomerações e a propagação do novo coronavírus na capital, que já registra mais de 10 mil mortes pela Covid-19.

“Em função desse ano atípico e em respeito as mais de 10 mil famílias enlutadas, o município tomou essa decisão de cancelar os feriados, buscando resguardar a vida dos manauaras, inclusive os feriados católicos. Refirmo o meu respeito a toda as religiões e reforço que a suspensão dos feriados não tem qualquer relação com nenhuma matriz religiosa, e é pura e simplesmente para a segurança sanitária do povo de Manaus, pela pandemia que vivemos. Tão logo esse momento passe, todos os feriados voltarão a sua normalidade”, assegurou o prefeito.

Foram suspensos os feriados e pontos facultativos municipais de 2021, sendo eles a Terça-feira de Carnaval e Quarta-Feira de Cinzas (até 12h), 5 de setembro (elevação do Amazonas à categoria de Província), 24 de outubro (elevação de Manaus à categoria de Cidade), 28 de outubro (Dia do Servidor Público Municipal), 20 de novembro (Dia da Consciência Negra) e 8 de dezembro (Dia de Nossa Senhora da Conceição).

— — —

Fotos – Dhyeizo Lemos / Arquivo Semcom