O prefeito de Manaus, David Almeida, vistoriou, nesta terça-feira, 10/8, a obra de aplicação da camada de fresa asfáltica no ramal Cachoeira do Leão, no quilômetro 37 da AM-010, o que vai garantir a trafegabilidade da via para quem vive nas adjacências e o escoamento dos produtos provenientes das comunidades próximas.

“Estamos trazendo infraestrutura para os ramais de Manaus, melhorando a escoamento dos produtos e dando condições para que os ônibus possam vir buscar e deixar os alunos na escola. Esse ramal tem mais de 25 anos e, agora, em pouco mais de seis meses, nós já vamos colocar a fresa, e aqui deixá-lo em uma condição melhor para os moradores”, explicou o chefe do Executivo municipal.

São quase oito quilômetros no ramal que estão sendo recuperados com a realização de terraplanagem, compactação do solo e a aplicação de fresa para garantir a trafegabilidade a quem vive nas comunidades próximas.

O psicólogo Luiz Antônio Coelho,  morador do ramal,  agradeceu o trabalho da prefeitura no local e enfatizou todas as melhorias que estão sendo proporcionadas à população que reside nas redondezas.

“Primeiro quero agradecer ao nosso prefeito David Almeida. Há mais de 25 anos, nunca presenciamos uma ação da prefeitura, uma ação de verdade, que fosse firme, correta e consciente. Temos muito a agradecer. O que está sendo feito aqui não é um serviço que vai durar um, dois, três meses, não, a previsão é que esse serviço seja duradouro. A partir dessa obra, a população poderá usufruir de atividades que há muito tempo estavam paradas, como turismo, acesso de ônibus escolares e carros coletores. Hoje, na verdade, nós estamos presenciando uma nova vida para o ramal”, destacou Luiz.

Desde janeiro, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), tem dado atenção especial para as comunidades rurais e ramais, e a meta estipulada pela gestão é de que, até o final do ano, todos estejam asfaltados, garantindo mobilidade aos moradores da capital nos locais mais afastados do centro da cidade.

Texto– Maryane Maia/Semcom
Fotos – Ruan Souza/ Semcom