O prefeito de Manaus, David Almeida, anunciou na manhã desta segunda-feira, 28/6, que a gestão municipal, em uma ação integrada das secretarias municipais de Limpeza Urbana (Semulsp) e de Infraestrutura (Seminf), irá construir um memorial em homenagem às vítimas da Covid-19 na capital amazonense. O monumento será construído no canteiro central da avenida Governador José Lindoso, conhecida popularmente como avenida “das Torres”, na altura da entrada do conjunto Galiléia, bairro Cidade Nova, zona Norte.

“A prefeitura vai construir um monumento em homenagem e em memória das vítimas da Covid-19. Estamos em processo de concepção do projeto para que as famílias dessas pessoas que tiveram seus entes queridos vitimados por essa doença, possam vir visitar e prestar suas homenagens”, explicou David Almeida.

David Almeida ressaltou que a cidade de Manaus, que já passou pelos piores momentos no auge da pandemia, na primeira e segunda ondas de número de casos de Covid-19, ultrapassando recordes em números de sepultamentos, hoje vive momentos diferentes. “Com o avançar da vacinação contra a doença e dias consecutivos sem mortes em decorrência do novo coronavírus, estamos vivendo dias bem melhores, mas os cuidados devem continuar para que toda a população fique protegida”, salientou.

O titular da Semulsp, Sabá Reis, que estava presente na visita do prefeito ao local do monumento, destacou a situação atual que se encontra o município e lembrou como estavam os cemitérios no início da administração.

“O compromisso do prefeito David Almeida, desde o início da gestão, foi de recuperar nossos cemitérios municipais, que estavam largados quando recebemos, e hoje temos outra realidade, assim como nas outras áreas. Manaus tem avançado muito”, enfatizou Sabá Reis.

Texto – Maryane Maia / Semcom
Fotos – Ruan Souza / Semcom