Na sexta-feira (19-mar), a Petrobras reduziu em 4,95% o preço da gasolina nas refinarias de todo Brasil. Essa foi a primeira redução de preço em 2021. No mesmo período, a gasolina já teve seis aumentos de preço.

Nos postos de combustíveis em Manaus, os consumidores não sentiram a redução. Ao contrário do que era esperado, alguns postos aumentaram o preço da gasolina, indo na contramão do anúncio da Petrobrás.

Desde o início do ano, a gasolina teve aumento de 54% no preço nas refinarias, contra 4,95% de redução.

Os consumidores reclamam que assim que a Petrobras reajusta o valor para cima, no dia seguinte os postos em Manaus aparecem com preços mais caros. No entanto, quando as refinarias baixam os preços, a redução demora até três semanas para chegar às bombas.

“Na maioria dos postos em Manaus e no interior do Estado, os preços sequer baixam”, reclamou o motorista de aplicativo Carlos Almeida. “Isso gera lucros ainda maiores para donos de postos e de distribuidoras”, ironizou.

Com a redução anunciada pela Petrobras, o preço da gasolina nas refinarias custa R$ 2,69 o litro. Nos postos de Manaus, o valor ‘teima’ em não cair. A gasolina custa, em média, R$ 5,29 o litro. Existem postos que estão cobrando até R$ 5,60 na gasolina aditivada.