A Assembleia Legislativa do Amazonas arquivou nesta quinta-feira (06) o pedido de impeachment do governador Wilson Lima e do vice-governador Carlos Almeida.

Após quase três horas de discussão, os deputados realizaram votação aberta, com declaração do voto transmitida pelas redes sociais e pela TV-Assembleia.

Doze parlamentares votaram a favor do arquivamento. Seis deputados pediram a continuidade do processo, e outros cinco se abstiveram de votar, totalizando 23 deputados. A única parlamentar ausente na votação foi Mayara Pinheiro.

Votaram pelo arquivamento os deputados Doutor Gomes, Alessandra Campelo, Belarmino Lins, Saullo Vianna, Carlinhos Bessa, Roberto Cidade, Augusto Ferraz, Adjuto Afonso, Abdala Fraxe, Joana Darc, Cabo Maciel e Therezinha Ruiz.

À favor do impeachment votaram Wilker Barreto, Josué Neto, Serafim Corrêa, Dermilson Chagas, Delegado Péricles e Álvaro Capelo.

Se abstiveram de votar os deputados Ricardo Nicolau, Felipe Souza, João Luiz, Fausto Jr. e Sinésio Campos.

Com o resultado desta quinta-feira, a Assembleia Legislativa arquiva o processo que pedia o impeachment do governador e vice.

Quanto aos trabalhos da CPI da Saúde, que funcionou ao mesmo tempo em que era analisado o pedido de impeachment, as investigações continuam na próxima segunda-feira, com novos depoimentos.