Apartamento em prédio residencial era usado por uma quadrilha para aplicar golpes pelo sistema de pagamento instantâneo.

A Polícia Militar de São Paulo descobriu um apartamento usado por uma quadrilha para aplicar golpes do Pix, sistema de pagamento instantâneo. O caso aconteceu nesta terça-feira, 21, e o local ficava em um prédio residencial na Baixada do Glicério, região central da capital paulista. O apartamento tinha poucos móveis, um sofá e um colchão, muito lixo e restos de marmitas. Os policiais encontraram celulares, cartões de diferentes bancos, pertences das vítimas e muitos extratos bancários. Duas máquinas de cartão também foram localizadas e o extrato de uma delas apontava para mais de R$ 12 mil em transações nos últimos 20 dias.

Ninguém estava no local quando os policiais chegaram. O apartamento foi descoberto após duas ocorrências de roubo de celular. As abordagens eram feitas por três indivíduos em um carro, que passou a ser monitorado por viaturas. Os policiais conseguiram localizar o carro, mas nele estava apenas o motorista que levou os agentes ao apartamento e foi preso. Segundo a polícia, a quadrilha roubava celulares e bolsas nos semáforos, quebrando o vidro dos veículos parados.

Fonte: JP Notícias