As crianças têm entre 3 e 5 anos de seriam filhas de uma parente do homem.

A Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Toca da Onça, nesta terça-feira (4), que investiga crimes de pedofilia na internet e estupro de menores de idade.

A ação teve alcance internacional e usou como base um informe da Interpol francesa

e apontou fóruns na deep web com cenas de estupro de duas crianças, localizadas em São Paulo.

Com as técnicas de investigação cibernética, a PF conseguiu identificar o criminoso que, além do crime de estupro de vulnerável, também gravou as cenas e divulgou na internet. O homem é um brasileiro de 40 anos, casado e sem filhos.

Os crimes ocorreram no início deste ano e as vítimas são duas crianças de 3 e 5 anos, filhas de uma parente do suspeito.

Durante investigações, os agentes descobriram que o abusador se aproveitava da convivência íntima com as crianças para estuprá-las, filmar e divulgar os arquivos em fórum da deepweb frequentado por pedófilos. Até o momento, não há suspeita da participação da esposa do preso nem da mãe das vítimas.

A PF apura se as fotos eram comercializadas ou trocadas por cenas de outras vítimas. O crime de publicação de imagens de pornografia infantil prevê pena de 3 a 6 anos de detenção. Já o estupro de vulneráveis prevê de oito a 15 anos de prisão.

Fonte : Portal foco amazônico