Ação foi autorizada pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal; mandados estão sendo cumpridos em Barueri e Itapevi, cidades da Grande São Paulo.

A Polícia Federal cumpre na manhã desta sexta-feira, 17, mandado de busca e apreensão na sede da Precisa Medicamentos a pedido da CPI da Covid-19. A ação foi autorizada pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF) e tem como objetivo “apreensão de informações relativas ao contrato entre a Precisa e a Bharat Biotech, assim como todos os documentos relacionados ao contrato”, diz nota da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). A operação da Polícia Federal acontece em endereços em Barueri e Itapevi, ambas cidades da Grande São Paulo. “A CPI buscou de todas as formas obtenção dessas informações junto à Empresa e ao Ministério da Saúde, não obtendo êxito. Devido a isso, se fez necessária a utilização deste instrumento judicial”, conflui o documento, assinado pelos senadores Omar Aziz, Renan Calheiros e Randolfe Rodrigues. A Precisa Medicamentos entrou no radar da Comissão Parlamentar de Inquérito no Senado Federal após suspeitas de irregularidades e sobrepreço no acordo para fornecimento de 20 milhões de doses da Covaxin, vacina contra a Covid-19. Na época, a empresa atuava como intermediária do laboratório indiano Bharat Biotech para negociações no imunizante no Brasil.

Fonte: JP Notícias