Caso ocorreu durante fiscalização Ambiental em Área verde no Distrito Industrial; duas pessoas foram detidas.

A polícia deteve dois homens por crimes de maus tratos a animais silvestres na zona sul de Manaus. Eles foram localizados em uma rinha de galos, segundo a Polícia Militar do Amazonas. O caso ocorreu sábado (8).

Segundo informações da polícia, o caso ocorreu durante fiscalização Ambiental em Área verde no Distrito Industrial.

No local, os suspeitos foram flagrados com pássaros silvestres. Um dos suspeitos afirmou que os animais eram de sua propriedade, mas não possuía nenhuma documentação do Órgão Ambiental.

Ainda segundo a polícia, na casa de um dos suspeitos, no bairro da Raiz, foram apreendidos mais dois curiós na posse de outro homem, que também não tinha nenhum documento comprovando a legalidade em relação aos pássaros encontrados, a única documentação apresentada foi uma Licença de Operação vencida.

“Durante a fiscalização Ambiental no criadouro ilegal foi observado uma grande quantidade de galos que normalmente são usados em “rinhas”, o que acarretou numa busca pelos fundos da propriedade onde foi localizado vários cubículos com esses animais e uma arena, onde possivelmente ocorriam as brigas dos animais”, informou a Polícia Militar.

Foram apreendidos, ao todo, 44 galos nos cubículos, alguns deles machucados, além de vários apetrechos como seringas, suplementos para cavalo, tesouras, esporas e buchas, que são utilizados para a prática criminosa de maus-tratos.

De acordo com o Comando e o Batalhão Ambiental, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos configura crime ambiental, sujeito à penalidade previstas na Lei. 9605/98.

Fonte: G1AM