Na noite da última quarta-feira (07), o deputado e presidente da Comissão de Promoção de Defesa de Crianças, Adolescentes e Jovens, da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Álvaro Campelo (PP), afirmou que crianças e adolescentes são alugados pelos próprios pais para pedirem dinheiro nos sinais de Manaus. O valor suposto por Álvaro, seria de R$50.

Junto a Aleam, a Polícia Militar e o Conselho Tutelar, retiraram cerca de 17 crianças e adolescentes das ruas da cidade e levaram para um abrigo. Ao conversarem com as vítimas deste abuso, confirmaram a informação de que os pais estariam alugando os próprios filhos.

“A diária que a criança vale nesse mercado é um absurdo”, disse o deputado.

Os pais assinaram um termo afirmando que os menores não irão retornar aos sinais. Caso contrário, correm o risco de perder a guarda dos filhos.

Fonte: Portal CM7