Estudo da Rede D’Or avaliou a evolução da infecção provocada pelo coronavírus em 1,6 mil pacientes oncológicos internados.

Um levantamento feito pela Rede D’Or mostrou que os pacientes em tratamento contra o câncer hospitalizados após a infecção provocada pelo novo coronavírus correm duas vezes mais risco de morte do que os outros pacientes da Covid-19.

O estudo levou em consideração o desfecho da Covid-19 em 1.600 pacientes em tratamento oncológico internados nas unidades da rede particular. Enquanto a mortalidade entre os pacientes de câncer foi de 4%, a taxa registrada entre os demais doentes não passou de 2%, como mostrou o jornal Folha de São Paulo.

Uma das explicações é que, durante o tratamento de um câncer hematológico, por exemplo, o sistema imune é inibido, deixando o organismo mais vulnerável  a novas infecções. Como o enfrentamento do câncer é inadiável para não permitir a evolução da doença, é fundamental que os pacientes oncológicos tenham ainda mais cuidado, saindo de casa apenas para o necessário, sempre com máscaras e seguindo as regras de distanciamento social e higienização das mãos.

Fonte: Metrópoles