A ação da Polícia Federal cumpriu 14 (quatorze) mandados judiciais expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), dos quais 9 são de busca e apreensão e 5 de prisão temporária, todos cumpridos na cidade de Manaus.

Polícia Federal (PF),  deflagrou na manhã desta quinta-feira (8),a segunda fase  da Operação Sangria, que investiga casos de corrupção na saúde do Estado, durante a pandemia de Covid-19.

A ação da Polícia Federal  cumpriu 14 (quatorze) mandados judiciais expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), dos quais 9  são de busca e apreensão e 5 de prisão temporária, todos cumpridos na cidade de Manaus.

Veja abaixo o nome das cinco pessoas que foram presas na operação da manhã de hoje:

Ex-secretário de Saúde Rodrigo Tobias de Souza Lima;
Ex-secretária executiva de Saúde da capital Dayana Priscila Mejia de Souza;
Ronald Gonçalo Caldas Santo – Engenheiro clínico;
Luiz Carlos Avelino Júnior – Marido da ex-secretária de Comunicação Daniela Assayag;
Gutemberg Leão Alencar – Empresário.

A operação de hoje faz parte do desdobramento da operação Sangria, que investiga desvio de verbas públicas durante a pandemia.

Em nota, o Governo do Amazonas informa que está contribuindo com a apuração dos fatos que envolve, em grande parte, pessoas que já não fazem mais parte da estrutura de Governo, bem como servidores que não atuam como ordenadores de despesas ou tenham poder de decisão na estrutura do Estado ou da investigação em questão.