As obras estão sendo inspecionadas pelo BID

As obras do Governo do Estado executadas por intermédio do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) estão sendo inspecionadas por um especialista do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com o objetivo de acompanhar os avanços das intervenções executadas pelo programa. As atividades iniciaram nesta terça-feira (21/07) e seguem na quarta (22/07).

Nesta terça-feira, o especialista do BID, acompanhado dos subcoordenadores da Área Ambiental e de Engenharia da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), responsável pela execução e fiscalização das obras do Prosamim, visitaram e avaliaram o andamento das intervenções urbanísticas em execução nos igarapés do 40 e do Mestre Chico, além da Estação de Tratamento de Esgoto que está sendo construída no bairro de Educandos.

O subcoordenador de Engenharia da UGPE, engenheiro civil João Benaion, explica que o especialista do BID avalia o andamento das obras e o cumprimento dos cronogramas alinhados com o banco. “Nós mantivemos equipes reduzidas durante o período de pandemia, com o intuito de que o impacto no andamento das obras fosse o mínimo possível”, assinala.

O Prosamim está executando as últimas obras previstas dentro das intervenções da terceira fase do programa, conhecido como Prosamim III, e que vêm sendo executadas desde o ano de 2012, após a assinatura do contrato de empréstimo com o órgão financiador. A terceira fase do programa concentrou suas intervenções na bacia do São Raimundo e contemplou obras de mobilidade urbana, sistema de esgotamento sanitário, praças, parques e residenciais.

Intervenções e ETE – As obras no trecho do Igarapé do 40 estão localizadas entre as avenidas Silves e Maués, e preveem retirar do leito do igarapé cerca de 1.378 imóveis, onde residem mais de 6 mil pessoas. O projeto na área vai construir uma pista interligando o Distrito Industrial ao Centro da cidade por meio da Manaus Moderna.

As obras no igarapé Mestre Chico, no trecho que compreende as avenidas Leonardo Malcher e Parintins, contemplam a construção de um parque urbano dotado de redes de coleta de esgoto, praças, áreas de lazer, paisagismo, recomposição da flora e playground infantil, totalizando uma área de 15.742,46m².

A obra da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) já alcançaram 67% da execução. A intervenção vai beneficiar diretamente mais de 130 mil pessoas com coleta e tratamento de esgoto.

Fiscalização – O coordenador executivo da UGPE, engenheiro civil Marcellus Campêlo, lembra que a fiscalização do BID é realizada trimestralmente, em todos os aspectos inseridos nas intervenções do Prosamim, englobando o social, o financeiro e de engenharia.

“Os padrões de execução e fiscalização do banco são rigorosíssimos, e seus desembolsos seguem de acordo com o andamento das obras e das desapropriações. Especialistas de cada área vêm até Manaus regularmente com o objetivo de atestarem os avanços das obras e a correta execução do projeto”, apontou.

FOTOS: Tiago Corrêa/UGPE