O portal da transparência do Estado do Amazonas mudou recentemente após as eleições para governo.

Antes, era possível baixar planilhas em Excel com os salários dos servidores, o que facilitava análises diversas sobre os gastos públicos com salários de todos os servidores do governo. Com o Excel, era possível verificar a relação de cargos comissionados com os concursados, verificar os salários individuais, se uma pasta tinha muitos cargos comissionados e outras diversas análises de qualidade que podiam ser feitas.

Agora, constam apenas as planilhas em PDF, que não permitem uma análise detalhada fácil, já que os botões pra baixar as planilhas em Excel sumiram. A impressão que dá com essa mudança é a intenção de dificultar o acesso aos gastos públicos do Amazonas com seus servidores.

Existem muitos dados disponíveis no portal da transparência. Apesar dessa disponibilidade, esses dados precisam gerar informação. Mas afinal, qual é o propósito de se alcançar a transparência dos números de um governo?

Penso que o propósito é justamente mostrar ao indivíduo pagador de impostos o que o governo está fazendo com o seu dinheiro, como está gastando. Se observarmos por esse prisma, vamos concluir que os portais de transparência em geral não atingem o seu propósito, porque os dados não se transformam em informação para a população.

Quem é que tem tempo extra pra investigar, fazer downloads de planilhas, analisar os gastos em saúde, educação, infraestrutura e etc? Por exemplo, como saber quanto foi gasto com asfalto no ano de 2017 na cidade de Manaus? Quantos quilômetros foram reparados com esse valor? Essas informações úteis não são facilmente obtidas pelo portal da transparência, pois demandam um excessivo tempo de investigação e um conhecimento considerável em administração e contabilidade pública.

Pensando nisso, acredito ser muito benéfica uma iniciativa que traga informações sobre os gastos públicos estaduais e municipais, que sejam fáceis de acessar, fáceis de entender, com respostas rápidas e relevantes, sobre assuntos que interessam para a sociedade.

Voltarei a abordar essa iniciativa aqui muito em breve.

O exemplo do sumiço das planilhas de Excel dos servidores públicos no portal do Amazonas é uma sinalização da falta de compromisso do governo com a transparência.

Será que foi um erro ou foi de propósito?