Segundo personal trainers, a alternativa mais eficaz para perder peso em menos tempo é balancear o cardio e investir no treino com pesos.

Se você é do time que acredita que passar horas pedalando em uma bicicleta ou treinando para uma maratona são as formas mais fáceis de alcançar seu objetivo de perder peso e queimar gordura, talvez seja um bom momento para recalcular a rota e diversificar o plano.

Ao contrário do que muitos pensam, os exercícios de treino cardiorrespiratório, mais conhecidos como “cardio”, podem não ser a única – e, talvez, nem a mais eficaz – forma de secar rapidamente, de acordo com personal trainers.

A questão permeia o imaginário dos frequentadores dos centros esportivos. Nada mais justo, visto que esse tipo de direcionamento é fundamental para atingir o objetivo – seja ele aumentar a força, melhorar a composição corporal ou dar adeus aos quilinhos extras na balança.

De acordo com o personal trainer Noam Tamir, fundador e CEO da TS Fitness, os treinos com peso são a melhor alternativa para encurtar seu caminho rumo ao emagrecimento. Segundo o especialista, a vantagem do levantamento de peso é que ele é um treino que demanda o corpo inteiro.

A necessidade de equilíbrio para estabilizar esses pesos vem também de outras partes do corpo, trabalhando também as costas, pernas, braços e o tronco. A atividade também traz efeitos corporais mais longevos.

“Assim que você para de fazer exercícios aeróbicos, você para de queimar calorias”, disse a personal trainer e atleta de levantamento de peso Sarah Carr ao portal Insider. “Quando você levanta pesos, mesmo quando você para, seu corpo começa a se recuperar e continua a queimar calorias por um longo período de tempo”, defende.

Então, conforme o corpo se adapta ao desafio de levantar pesos a partir da construção de um novo tecido muscular, o metabolismo pode acelerar ainda mais.

Para perder gordura e ganhar massa magra

No entanto, é importante considerar que perder peso e ganhar massa magra leva tempo e exige consistência. Querer pegar um atalho para chegar logo à linha de chegada pode se tornar um problema.

Segundo o especialista, “a hipertrofia é multifatorial, porque pessoas diferentes respondem de forma diversa aos estímulos. No entanto, existem parâmetros que podem ser utilizados para priorizar e potencializar o ganho hipertrófico”, ensina. Confira as orientações do personal nesta matéria.

Fonte: Metrópoles