Marceline de Souza Mathias morreu no local do incêndio, mas a polícia ainda deve investigar se algo aconteceu antes do fogo ter início na residência.

Marceline Laodiceia Ninfa de Souza Mathias, 26, morreu em um incêndio ocorrido em uma casa de madeira situada em um beco próximo à rua Raquel de Souza, no bairro Petrópolis, na Zona Sul de Manaus, na manhã deste domingo (25). 

De acordo com Elane Cristina Costa, que afirmou ser amiga da família da falecida, Marceline estava consumindo bebida alcoólica antes do incêndio ocorrer. Ela afirmou que a vítima estava dentro do imóvel junto do dono da casa e uma mulher. Os três estariam dormindo quando o incêndio começou. “Um rapaz que veio atrás de um papagaio encontrou o corpo. Ela costumava beber nessa residência”, disse. 

Quando o dono da casa viu as chamas, saiu da residência junto da mulher que estava lá, ainda conforme Elane. Marceline era amiga do proprietário. “Ele não imaginava que ela estava lá. Ele pensava que ela tinha ido embora, porque ela não ficava direto na casa. Ela vinha, ficava aí e ia embora”, relatou. 

Populares comentaram, conforme Elane, que os ocupantes da casa haviam posto alimento no forno, o que poderia ter sido a causa do incêndio. Marcilene não deixou filhos, ainda de acordo com a conhecida da família. 

Segundo o tenente Renê Silva do Corpo Militar de Bombeiros do Amazonas (CBAM), a causa da morte será confirmada após apuração dos órgãos competentes. “Como se trata de uma vítima fatal, cabe à polícia investigar para chegar ao que aconteceu antes do incêndio”, disse. 

Conforme Silva, há inúmeros boatos sobre o que ocasionou o incêndio. Os bombeiros foram acionados por voltas das 7h, o que indica que o sinistro provavelmente começou antes desse horário. “A casa ficou completamente destruída. Residências de madeira queimam muito rápido, as chamas consomem-na de forma muito veloz”, afirmou.

Fonte: A Crítica