Madeiras e pneus foram usados para bloquear a entrada Am-240, na altura do quilômetro 50, em Presidente Figueiredo.

Moradores de Presidente Figueiredo, distante 117 quilômetros de Manaus, fizeram um protesto na segunda-feira (20) contra a retirada da única linha de ônibus que faz o transporte entre os bairros centrais e a comunidade São Miguel, na zona Rural.

Madeiras e pneus foram usados para bloquear a estrada AM-240, na altura do quilômetro 50, que dá acesso à Vila de Balbina.

O motorista perdeu a concessão do serviço.

Segundo o diretor da Empresa Municipal de Transporte Urbanos (EMTU), Moisés de Oliveira Barbosa, um total de 42 motoristas têm autorização para fazer o transporte de moradores da zona rural para a cidade de Presidente Figueiredo. Desses, apenas o permissionário que atende a comunidade são Miguel perdeu a concessão.

Após algumas horas de bloqueio, as polícias Civil, Militar e a Guarda Municipal estiveram no local e conseguiram convencer os moradores a liberar o acesso.

Fonte: G 1 Amazonas