Liziane Gutierrez disse que fará uma live nesta segunda-feira (12/7) para explicar por que se revoltou com encerramento do evento ilegal.

A influenciadora Liziane Gutierrez, que viralizou o último final de semana, ao aparecer revoltada em um vídeo, por causa do encerramento de uma festa clandestina em um bairro nobre de São Paulo, se pronunciou. Segundo a modelo, ela fará uma live para explicar o que motivou seu comportamento.

“Poderia usar as palavras da própria Samantha Schmutz e tão somente vir aqui pedir desculpas (apontando dedos pra mim, mas esqueceu que a própria amiga estava numa festa há alguns dias atrás) ou poderia fazer igual aos demais e vir aqui com texto pronto por assessoria pedindo desculpas”, iniciou ela. Mais cedo, Schumutz compartilhou um post com a imagem de Liziane, acompanhada da frase “a burguesia fede”, trecho de uma música de Cazuza.

“Eu sou sincera, sempre fui e sempre vou ser. Tô mal com essa situação por ter errado e por ter vídeos fora do contexto. Hoje 19:00 vou fazer uma live e a gente conversa, deixem eu me explicar, depois vcs me criticam”, declarou ela.

Nas imagens do episódio, a influencer se mostra indignada com a ação da Força Tarefa de São Paulo. Ainda é possível conferir a modelo disparando ofensas à equipe de fiscalização formada por agentes do Garra, da Polícia Civil, Guarda Civil Metropolitana, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Vigilância Sanitária e Procon: “Vai tomar conta de quem torra. Vai pra favela, c******. Vai pegar na favela, e vocês assumem”.

O encerramento da festa clandestina em um bairro nobre de São Paulo nesta madrugada (11/7) causou revolta entre os participantes do evento. Liziane Gutierrez era uma das 500 pessoas que estavam na festa clandestina que foi cancelada na madrugada deste domingo no Jardins, na zona oeste da capital paulista.

Fonte: Metrópoles