Analistas preveem IPCA em 5,15%, acima do teto da meta, de 5%.

Instituições financeiras consultadas semanalmente pelo Banco Central (BC) estimam, em boletim divulgado nesta segunda-feira (24), que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), inflação oficial do país, deve fechar 2022 em 5,15%.
A previsão, portanto, está acima do que foi sugerido na semana passada, quando a projeção do mercado era que a inflação terminasse o ano em 5,09%.
Para se ter ideia, a estimativa, há quatro semanas, era 5,03%.
O boletim Focus reúne a projeção do mercado para os principais indicadores econômicos do país.
Na estimativa desta semana, o Focus indica a mesma variação do Produto Interno Bruto (PIB) registrada há sete dias, de 0,29%. Em dezembro, o mercado previa crescimento da economia brasileira de 0,42%.
O boletim registra ainda diminuição na expectativa de crescimento do PIB para 2023, passando de 1,75% na semana passada para 1,69%. Para 2024, a projeção se manteve estável, em 2%.

Fonte: Conexão Política