Dermatologista destaca os cuidados imprescindíveis a partir dessa idade.

Ao longo dos anos, a pele passa por diversas transformações, como manchas, poros abertos, oleosidade, ressecamento, linhas finas, rugas e flacidez. Embora essas características sejam parte do processo natural de envelhecimento das pessoas, alguns sinais e aspectos podem ser prevenidos e até mesmo evitados, se tratados corretamente. Assim, é possível que a pele envelheça mantendo o viço, a luminosidade e a elasticidade.

Segundo o dermatologista José Roberto Fraga Filho, a partir dos 30 anos o corpo perde 1% de colágeno anualmente, resultando na perda da sustentação da pele, o que leva a flacidez. “No rosto, especificamente, ocorre uma mudança no formato: antes, tem forma triangular, indicando juventude e, depois, forma hexagonal, mostrando um certo derretimento da face”, destaca o membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e diretor clínico da Clínica Dermagynus.

Dessa forma, o skincare não deve começar apenas após aos 40 anos. Mas, a partir dessa idade, o dermatologista indica a lavagem do rosto com sabonete apropriado para o tipo de pele, seguido da hidratação e finalizando sempre com o protetor solar. Apesar de serem apenas três passos simples, ele garante que são o suficiente para manter a pele mais saudável.

Leia mais no site Alto Astral:

https://www.altoastral.com.br/beleza/como-cuidar-da-pele-apos-os-40-anos/?utm_source=Metr%C3%B3poles+

Fonte: Metrópoles