Petista disse que ainda não discutiu um vice para sua chapa porque não definiu se será candidato à presidência da República na próxima eleição; ex-governador de São Paulo é apontado como possível vice.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não descartou a possibilidade de uma chapa com o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, para disputar a eleição presidencial em 2022. A afirmação foi dada pelo petista durante coletiva realizada nesta segunda-feira, 15, no Parlamento Europeu, na Bélgica, onde Lula participa da Conferência de Alto Nível da América Latina. Em sua fala, Lula afirmou que possui uma relação de respeito com Alckmin e que não existem desavenças passadas que não possam ser reconciliadas. “Tenho extraordinária relação de respeito com o Alckmin, fui presidente enquanto ele era governador. Não há nada que aconteceu entre nós que não possa ser reconciliado”, afirmou Lula sobre o tucano, que está de saída do PSDB. Em seguida, o petista comparou a política com uma partida de futebol. “Política é como futebol, você dá uma canelada no cara, ele cai chorando de dor, mas depois que termina o jogo, eles se encontram, se abraçam, vão tomar uma cerveja e discutir o próximo jogo. Política é assim. Nas divergências todo mundo joga bruto porque quer ganhar”, afirmou Lula. Por fim, o ex-presidente afirmou que não discutiu um vice ainda pois não definiu se será candidato ou não à presidência.

Fonte: JP Notícias