No levantamento, o primeiro após a filiação ao Podemos, o ex-juiz alcançou dois dígitos de intenção de voto.

Pesquisa interna encomendada pela pré-campanha de Sergio Moro mostrou que os dois principais adversários políticos do ex-juiz lideram hoje as intenções de voto na corrida ao Palácio do Planalto em 2022.

No levantamento estimulado (quando os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados), único ao qual a coluna teve acesso, Lula chega a 38% e Jair Bolsonaro, a 22% das intenções de voto.

Embora não lidere a pesquisa, auxiliares viram um dado positivo para Moro. No levantamento interno, o primeiro feito após a filiação dele ao Podemos, o ex-juiz alcançou dois dígitos, chegando a 11%.

Na sequência, aparecem na quarta e quinta posições o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). O pedetista, com 5% das intenções de voto, e o tucano, com 2%.

A pesquisa realizou 2.000 entrevistas por telefone e foi realizada pela empresa do marqueteiro de Moro, Fernando Vieira. A margem de erro seria de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Fonte: Metrópoles