Após a morte de um militar da Marinha do Brasil em uma troca de tiros na madrugada deste domingo (21), na na Foz do Rio Uatumã, na região de Parintins, uma perícia será realizada nesta segunda-feira (22) na lancha da marinha onde estava a vítima. O empurrador com tripulantes que dispararam contra o militar também será periciado.

De acordo com informações da Marinha, a troca de tiros aconteceu entre tripulantes do empurrador Waldemiro Lustoza V e militares da lancha do Navio-Patrulha Fluvial Rondônia, que se aproximou da embarcação para fazer uma abordagem.

Durante a abordagem, dois militares da lancha foram atingidos. Um deles morreu no local e o outro foi levado ao hospital municipal de Parintins, onde está sendo operado e acompanhado por médicos.

Já no empurrador, três pessoas ficaram feridas, nenhuma em estado grave.

A Marinha abriu um inquérito policial para apurar os fatos. O corpo do militar que faleceu durante a troca de tiros será transladado para Manaus e depois seguirá para Santarém (PA), onde ocorrerá o sepultamento, por decisão da família.

Em nota, a Marinha do Brasil lamentou a morte do suboficial Lenivaldo Souza Filho e informou que está prestando o apoio necessário

Também por meio de nota, a empresa Wladomiro Lustosa, que é proprietária do empurrador que levava o comboio de balsas, lamentou a morte do militar da marinha e informou que vai colaborar com as investigações.

Fonte: G1