Dirigindo a caminho do médico, a cantora Kelly Key contou sobre o problema de saúde aos fãs nas redes sociais.

A caminho do médico, a cantora Kelly Key revelou aos seguidores dela no Instagram, na manhã desta sexta-feira (12/3), que recentemente descobriu um problema de saúde que pode levá-la a fazer uma cirurgia.

Nos Stories, ela contou que encontrou um cálculo na vesícula e que, por conta disso, pode precisar de intervenção cirúrgica.

A musa fitness disse que teve uma “intuição” na última consulta que teve no ginecologista e pediu à médica que verificasse, já que este é um problema genético na família dela. “Estou indo visitar o cirurgião geral, porque meus últimos exames deram alterações importantes e eu preciso de uma opinião sobre o que vai rolar. (…) A gente está considerando uma cirurgia de última hora”, disse.

Na sequência, a cantora explicou o motivo de ter esperado alguns dias para tornar a informação pública. “Eu já estava para falar sobre isso desde quando fiz a ultrassonografia, mas não falei o diagnóstico porque tenho família. Tem gente que não contei e queria primeiro falar com eles para que não descobrissem pelos stories, apesar de ser uma cirurgia simples, não é nada mais complicado, principalmente porque não está inflamado”, explicou.

Kelly Key disse que a descoberta do cálculo foi por intuição, após quadros de má digestão e indisposição.”Vou te dizer que não foi fácil de vê-lo. Foi uma coisa de intuição minha. Minha médica que confio, que fiz todas as gestações com ela, fez todo o exame abdominal. Ela viu que estava tudo bem. Mas aí, sabe aquela coisa que vem na sua cabeça? Perguntei: ‘E a vesícula?’. Pensei na minha tia. Ela perguntou se eu tinha histórico familiar, e foi lá mexer de novo. Ela disse: ‘Tem, mesmo”, ponderou.

De acordo com a cantora, o tamanho da pedra gerou preocupação. “Tenho um [cálculo] móvel de 5 milímetros, o que o torna perigosinho. O canal tem mais ou menos esse diâmetro, então uma digestão pouco mais intensa, em que a vesícula precise ejetar uma quantidade maior de líquido, ele pode ficar ali encalacrado. E aí poderia gerar algo pior, gerar quadro de pancreatite, enfim”, falou preocupada.

Fonte: Metrópoles