Karol Conká está de volta à vida pública após pouco mais de dois meses de reclusão. Após sua eliminação do ‘Big Brother Brasil 21’, em fevereiro, ela cumpriu os compromissos contratuais com a Globo e se recolheu para preservar a imagem já que havia sido canceladíssima durante a edição.

“Oi, pessoal. Não apareci muito por aqui porque entendi que precisava me afastar um pouco das redes e cuidar de mim. Vejo o doc como uma oportunidade, em tempos de cancelamento, de relembrar que somos muito mais complexos do que um reality show é capaz de mostrar”, escreveu em sua conta no twitter. Ela já havia tuitado outras duas vezes em momentos pontuais.

O doc em questão é o filme ‘A Vida Depois do Tombo’, produzido pela Globoplay durante 25 dias seguidos a sua eliminação para mostrar como é a vida de uma grande artista após o cancelamento público. Ela também foi confrontada com situações de sua vida pregressa ao programa.

Com uma carreira baseada em feminismo, antirracismo e defesa de minorias e pessoas LGBTQIA+, seus embates com Lucas Penteado mostraram um outro lado da artista que o público não gostou e a marcou como a maior rejeição da história do programa com 99,17% dos votos em um paredão triplo.

Patricia Carvalho, em entrevista ao ‘Fantástico’, contou que a cantora não deve gostar do resultado do doc. “Sempre que a gente tira totalmente o nosso eu diante do espelho, tem algo que a gente não gosta. Essa é a Karol Conká diante do espelho”, pontuou.

Fonte: Yahoo Famosos