Requerimento da defesa pedia que o inquérito sobre repasse de R$ 4 milhões da Odebrecht à entidade fosse enviado para Justiça Federal em São Paulo.

A Justiça Federal em Brasília negou o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que a ação penal que investiga doações de R$ 4 milhões da Odebrecht ao Instituto Lula fosse enviada para julgamento na Justiça Federal em São Paulo. O processo corre atualmente na Justiça Federal no Distrito Federal. O juiz Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara Federal Criminal de Brasília, julgou o pedido improcedente por entender que o Supremo Tribunal Federal (STF) já havia definido a competência do processo, uma vez que os fatos analisados ocorreram enquanto o petista ocupava o cargo de presidente da República.

Fonte: JP Notícias