Entre utensílios e ingredientes, separo aqui o que acho essencial.

Uma das coisas que mais me questionam é o que eu acho essencial ter em uma cozinha. Os itens são variados e, na minha opinião, vão desde ingredientes, utensílios e até mesmo atitudes.

Vou dividir com vocês o que considero necessário para se virar bem com o mínimo de equipamentos possíveis (e que não exijam muita técnica). Vamos nessa!

Atitudes

Algumas coisas são fundamentais na cozinha doméstica: higiene e organização. Embora isso devesse ser óbvio, não é bem o que acontece. Antes de começar a cozinhar, limpe bem a bancada de trabalho e separe o que será utilizado na receita.

Tenha um plano em sua cabeça (vale anotar também), para ter uma sucessão de tarefas que aproveitem bem o tempo e o espaço. Por exemplo, algum dos preparos precisa de tempo no forno? Faça ele primeiro e o deixe no forno enquanto segue com as outras funções.

Vá organizando e lavando na medida em que for terminando de usar utensílios. Isso faz uma imensa diferença no rendimento do trabalho.

Ingredientes

Já fiz eventos particulares em casas que não tinham os três primeiros ingredientes que listarei: sal, pimenta do reino e azeite. Farinha, açúcar, alguma massa seca, arroz, curry, noz moscada e cacau em pó completam o mix de essenciais. Com esses você consegue se virar muito bem, mesmo em emergências.

Entre os perecíveis: alho, cebola, alguma erva fresca (conserve na geladeira, dentro de um copo com água), ovo, alguma proteína animal congelada (use a função descongelar do micro-ondas), frutas e alguns legumes de sua preferência. Guarde tudo na geladeira, sempre.

Utensílios

Vou listar em tópicos para compreender a utilidade de cada um:

– Bowls (tigelas) de inox dos tamanhos mais variados. Servem para descartar pedaços de vegetais, organizar os ingredientes já picados, organizar os preparos na medida;

– Uma frigideira (de preferência antiaderente e grossa, isso garante melhor distribuição e manutenção de calor); uma panela pequena e uma panela maior funda. Esses itens já bastam para se virar em casa com o básico. Obviamente, quanto mais panelas, melhor, mas esse kit já garante uma boa desenvoltura;

– Espátula e pegador (pinça) de silicone. Esses dois precisam ser de silicone resistente ao calor (importante reforçar isso quando for comprar, pois existem utensílios de confeitaria que não resistem) para garantir que suas panelas não serão danificadas;

– Faca de chef, faca de serra e chaira (amolador): com esses três itens você já garante a maioria das funções em uma cozinha. A lâmina da faca de chef varia de tamanho. Minha dica é: escolha a mais adequada para você. Não recomendo a compra de pedra para amolar, pois caso você não tenha habilidade, é mais provável que danifique o gume de sua faca;

– Travessa antiaderente para o forno (serve para assar bolo, carnes e acompanhamentos). Podem ser de alumínio também, porém sua higienização se torna mais difícil, bem como o uso para confeitaria;

– Tábua de bambu: é a que mais recomendo para uso doméstico. As de polietileno costumam ser muito finas e envergam com o tempo; as de madeira umedecem, ficam com muitas ranhuras e são mais difíceis de higienizar por completo. Esqueça as de vidro ou acrílico (são lindas, mas acabam com as facas);

– Ralador de inox com diferentes lâminas: a utilidade dele já é auto-explicativa. Sempre necessário para legumes, queijos e outros ingredientes;

– Peneira de inox: serve para peneirar e escorrer massas e legumes;

– Luvas de silicone: duram para sempre e são seguras para manusear o forno e as travessas quentes.

Eletrodomésticos

– Micro-ondas. Os chefs e cozinheiros enchem a boca pra falar mal desse item, mas sempre usam em suas cozinhas. O importante é limitar o uso: o micro-ondas não deve ser o seu instrumento de cocção principal, mas ele é muito útil para regenerar, aquecer, descongelar e para alguns pré-preparos, como batata para purê, derreter manteiga e chocolate, entre outros;

– Mixer de mão: para quem não é um ávido cozinheiro, ele basta para substituir liquidificador, processador e batedeira. Compre os que possuem várias lâminas e o fouet (batedor de ovos);

Por último mas não menos importante, não economize na geladeira e no fogão. Compre o melhor que couber em seu orçamento. É o tipo de coisa que vale o investimento e você vai se arrepender mais tarde caso não faça.

Fonte: Metrópoles