Mais um passo importante para a construção ampla dos conceitos e projetos para o Distrito Turístico pela parceria Prefeitura de Manaus e Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) foi dado nesta quarta-feira, 14/7, durante reunião na autarquia federal com o superintendente Algacir Polsin, equipes da prefeitura e membros dos Grupos Técnicos (GTs) de Mobilidade Urbana e de Revitalização do Distrito Industrial.

Os GTs devem convergir e se integrar para atuar em uma construção equilibrada, visando a uma ampla revitalização de infraestrutura, segurança, mobilidade e na área de negócios, turismo, lazer e tecnologia para o bairro nos próximos meses. Os gestores das entidades federal, estadual e municipal estiveram reunidos na sede da Suframa para alinhar os conceitos das propostas apresentadas pela prefeitura, pela equipe técnica do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb).

O superintendente Algacir Polsin frisou que o trabalho é baseado fortemente na criação de sinergias e em ações de articulação e de integração com diversas entidades e órgãos, o que permite avanço em projetos estratégicos para a geração de emprego e renda e para o fortalecimento do ambiente de negócios para a economia regional.

“A proposta do prefeito David Almeida, a do Distrito Turístico, é muito além do que se previa dentro dos grupos técnicos, que devem trabalhar unificados e integrados para a revitalização. Parabenizo as ações feitas, destacando a importância da sinergia, de irmos na mesma direção”, destacou Polsin.

Ele ainda agradeceu a energia da Prefeitura de Manaus, com a visão do prefeito David Almeida de olhar para o que é Manaus. Aqui é Manaus, é uma área federal, estadual, municipal. Nossa condição é muito importante”, finalizou.

Conceito

O diretor-presidente do Implurb, engenheiro Carlos Valente, lembrou que a missão recebida pelo prefeito foi de construir um projeto para o Distrito Industrial que o transformasse em destaque turístico dentro da capital, nos padrões do que existe no Parque Complexo Ponta Negra, dando visibilidade a tão importante região da cidade, grande fonte de receitas e riquezas do Estado.

“Apresentamos ao superintendente, ao staff da Suframa e às instituições dos GTs presentes, capitaneados pelo Conselho Municipal de Gestão Estratégica (CMGE), os projetos, conceitos e propostas para realizar o Distrito Turístico. Os projetos liderados pelo Implurb foram muito bem recebidos e deixamos agenda marcada para o próximo mês, seguindo com os grupos técnicos para entrar na fase mais executiva”, mencionou Valente.

A ideia de construir e reavivar um novo Distrito para Manaus já foi tema de reuniões, foi pauta do prefeito David Almeida no Conselho de Administração da Suframa (CAS) e integra as ações do programa de crescimento econômico e social “Mais Manaus”, que soma, para os próximos dois anos, investimentos da ordem de R$ 1,2 bilhão.

Apresentação

A vocação econômica industrial e tecnológica do Distrito o faz um polo eminentemente produtor de riqueza e o objetivo de um novo Distrito é pensar na humanização para mais de 100 mil trabalhadores que circulam pelo bairro diariamente, entre efetivos, temporários e mão de obra terceirizada.

O diretor-presidente do Implurb citou o Museu da Indústria, cuja ideia foi apresentada pelo prefeito no “Mais Manaus”, que se junta a um parque urbano linear, com dinâmica amazônica, mas agregado à tecnologia, incluindo uma arena de robótica com eventos mundiais.

Em infraestrutura urbanística, um dos pontos é recuperar o calçadão da Suframa, com áreas verdes, de convivência, paisagismo, playground e mobiliários, e ampliar os serviços oferecidos para quem chega ou parte pela BR-319. Ainda existem estudos para ocupar áreas deterioradas como da antiga Siderama e do Cecomiz, com operações comerciais e turísticas, tendo o reforço do capital privado.

Obras

Importantes obras de revitalização viária do Distrito Industrial estão em curso via Prefeitura de Manaus, por meio de convênio firmado com a Suframa, já mudando a realidade para o Polo Industrial de Manaus. Diversas rotatórias e vias já foram revitalizadas mediante reparo de calçadas e de meios-fios, troca total de pavimento, serviços de drenagem profunda e paisagismo, entre outros.
O GT de Mobilidade Urbana tem como participantes o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Do GT de Revitalização participam, pela Suframa, a Coordenação-Geral de Recursos Logísticos (CGRLOG), Coordenação-Geral de Análise de Projetos Industriais (CGPRI), Superintendência-Adjunta de Projetos (SPR) e Superintendência-Adjunta Executiva (SAE). No grupo estão ainda o Implurb, Grupo de Gestão Integrada (GGI), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra) e Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM).

Da equipe do Implurb, participaram da reunião o vice-presidente, arquiteto e urbanista Claudemir Andrade, e o diretor de Planejamento, arquiteto e urbanista Pedro Paulo Cordeiro.

Texto– Claudia do Valle / Implurb
Fotos– Divulgação/Implurb