O inchaço pode ser comum em sua vida, mas não é saudável. Descubra as causas mais comuns do inchaço e o que dá para fazer para acabar com ele de vez.

O inchaço é um incomodo muito presente na vida das mulheres. Às vezes, você se olha no espelho e percebe que alguma parte do seu corpo, principalmente barriga, está maior que o normal. É o famoso inchaço.

Na maioria das vezes, a causa do inchaço é a retenção de liquido. Esse problema pode ser definido como o excesso de água que acaba se acumulando entre as células. A principal época do ano aonde isso ocorre é no verão. Isso por que um dos principais agravantes é o calor excessivo.

É notável que as formas de inchaço variam de uma pessoa para outra, e circunstâncias, claro. Enquanto algumas pessoas sofrem com o inchaço no corpo inteiro, outras passam pelo problema em apenas algumas partes isoladas do corpo.

Ele se dá como um edema nos membros inferiores, que pode causar sensação de dor, de cansaço nas pernas, e em alguns casos se manifestar de forma mais graves. Visualmente o inchaço é perceptível, podendo alterar o aspecto da pele.

Ana Priscila Soggia, endocrinologista do Hospital Sírio-Libanês, em entrevista ao site Saúde, da Abril, afirmou que existem variadas causas para a retenção de liquido.

“Muitas são as causas de retenção hídrica, como problemas hormonais relacionados à tireoide, problemas em órgãos como rim e coração, problemas relacionados ao tipo de alimentação…”, explica ela, que completa: “outra causa muito frequente é a retenção hídrica que acontece durante a fase pré-menstrual”.

Como consequência da fase menstrual feminina, que acaba com uma variação hormonal, o inchaço tende a afetar mais as mulheres do que os homens. A faixa etária mais atingida são mulheres de 25 aos 30 anos.

Para diagnosticar o problema, será realizado exames hormonais, cardiológicos e nas veias, o último só em caso de a retenção estar nas pernas. Todos os exames serão passados pelo médico.

Caso o resultado dos exames dê negativo, o médico deverá fazer uma investigação mais profunda. O incomodo, nesse caso, pode estar relacionado a uma dieta com muito sódio ou até mesmo ao período menstrual.

O tratamento dependerá diretamente da causa. Por exemplo, se a retenção de liquido for uma consequência da alimentação ou dos hormônios, o tratamento será uma reeducação alimentar.

Outras causas requererão um tratamento mais intenso. Em casos mais leves podem ser usados remédios fitoterápicos. Em outros problemas são prescritos até mesmo diuréticos. Mas se você quer diminuir o inchaço imediatamente, diminuir o uso de sal e sódio já é um bom, e eficaz, começo.

Cortar alimentos salgados podem até prevenir o inchaço. Além disso, praticar execícios bombeia o sangue e ajuda a evitar a retenção de líquidos.

E, falando em retenção de líquidos, essa outra matéria pode ajudar bastante, caso você também sofra com o problema: Como fazer drenagem linfática em casa e se livrar da retenção de líquido.

Fonte: R7